Por que São Valentim é o dia dos Namorados na Itália? História e lenda.

-, Tradições italianas, Viver na Itália-Por que São Valentim é o dia dos Namorados na Itália? História e lenda.

Por que São Valentim é o dia dos Namorados na Itália? História e lenda.

No Brasil se festeja o dia dos Namorados no dia 12 de junho (desde 1948) e a festa não é ligada a nenhum santo católico, mas tem origem em uma campanha comercial para incrementar as vendas no mês de junho.

Por que na Itália, assim como em muitos outros países, esse dia é comemorado no dia de São Valentim? Veja, a seguir,

São Valentim: história e lenda

O dia de São Valentim é o dia dos Namorados e é celebrado, todos os anos, no dia 14 de fevereiro. Mas nem todo mundo sabe porque foi escolhido justamente esse dia e qual é a origem da festa. Contamos aqui a história que, mais provavelmente, é a verdadeira, a lenda.

Não é fácil estabelecer qual seja a origem exata do dia de São Valentim. A história mais plausível nos leva ao tempo dos Romanos, quando em torno de 496 d.C., o Papa Gelásio I quis por fim à festa da Lupercália, um rito pagão dedicado ao deus da fertilidade Fauno, na sua acepção de Luperco, protetor do gado e do campo.

Nessa ocasião, dia 15 de fevereiro, se celebrava o renascimento da natureza, a subversão das regras, a destruição da ordem pré-constituída, para que a sociedade pudesse se purificar e renascer todos os anos. Os servos trocavam de lugar com os patrões, vestiam fantasias e as mulheres romanas se submetiam às chicotadas dadas por homens nus ou quase nus: a convicção era que esse ritual propiciasse a fertilidade.

Em nítido contraste com a moralidade cristã, a festa da Lupercália foi abolida (mesmo que em parte estas manifestações sobrevivam ainda hoje na tradição do Carnaval) e foi substituída por Gelásio I com a instituição de um dia dedicado ao amor romântico, mesmo que sempre fértil e fecundo. E associou o dia à proteção de São Valentim.

São Valentim, a lenda

Mas qual São Valentim e quem era ele? Nascido em Interamma Nahars, hoje em dia Terni, em 176 d.C., Valentim era um bispo mártir. Segundo a lenda, foi escolhido como patrono dos namorados porque foi o primeiro a celebrar a união entre um legionário romano e uma mulher cristã.

Certamente o dia de São Valentim, como é festejado hoje, não é aquele que foi estabelecido por Gelásio I. Temos então que nos deslocar para o século XV, quando Charles, Duque de Orleans, enquanto estava preso na Torre de Londres, escrevia bilhetinhos de amor para sua mulher, chamando-a de “doce Valentina”, citando um verso do Hamlet de Shakespeare. Ofélia, de fato, recita:

Raiou o dia de São Valentim; de pé todos estão.
Para ser vossa Valentina, irei
pôr-me à janela, então.”

A partir disso, nasceu a ideia, em tempos modernos, de trocar mensagens de amor por ocasião de São Valentim.

FONTE: Corriere della Sera, 13 de fevereiro de 2021, acesso em
https://viaggi.corriere.it/eventi/cards/perche-si-festeggia-san-valentino-storia-leggenda-curiosita-mondo/

Tradução livre de Italiano Easy.

O modo de comemorar o dia não difere muito do nosso dia dos Namorados, o que muda é somente a data.
Buon San Valentino!

Sobre o Autor:

Professora de língua e cultura italiana e tradutora sênior. Amo a Itália desde sempre e também sempre adorei aprender novas línguas, conhecer novas culturas. A vida me proporcionou, como se diz, a faca e o queijo. Passei uma grande parte de minha vida na Itália, em Milano e assim juntei duas paixões. Hoje tenho o imenso prazer de ensinar a língua italiana e os costumes de seu povo. Pude viver a Itália intensamente, aprender sua história, conhecer sua gente, sua culinária, seu modo de viver. Esse contato, que ainda mantenho com esse país e o conhecimento profundo da língua italiana são a base sobre a qual se baseia meu método de ensino. Aliado a eles, utilizo os métodos mais modernos, das melhores editoras italianas especializadas no ensino da língua, e a tecnologia como suporte audiovisual, proporcionando aulas interativas, lúdicas, eficazes e eficientes. Trabalho há vários anos como tradutora e intérprete de italiano, tendo realizado vários projetos de tradução de Websites de empresas italianas e brasileiras que atuam nos dois países,de trabalhos acadêmicos, textos técnicos de Direito, Engenharia, Arquitetura, Psicologia, Religião, etc. Durante quatro anos fui tradutora sênior de uma associação com sede em São Paulo para o site de notícias, traduzindo as notícias brasileiras para o italiano e as notícias italianas para o site em português, diariamente. Como intérprete realizei vários trabalhos de tradução simultânea e consecutiva em congressos e palestras e acompanhei grupos de empresários italianos e brasileiros em reuniões de negócios e em feiras na Itália e no Brasil.

Leave A Comment